Blog Leia, comente e compartilhe os conteúdos produzidos por mim e por meus convidados

8 dicas para fazer o ano ser diferente


Hoje acordei com cheiro de naftalina, recordando os anos sessenta. Chico Buarque cantava uma música e aqui estão dois trechos: “Todo dia ela faz tudo sempre igual, me sacode às seis horas da manhã, me sorri um sorriso pontual e me beija com a boca de hortelã... todo dia eu só penso em poder parar, meio dia eu só penso em dizer não. Depois penso na vida pra levar e me calo com a boca de feijão..." Cinquenta anos depois a conversa é outra. Vamos conferir?

#Todo dia eu faço tudo sempre igual:

-> Acordo com o despertador do meu celular;

-> Confiro o que tem de novo no WhatsApp, Facebook, Instagram e Snapchat;

-> Bato palminhas para os amigos e bloqueio os inimigos momentâneos;

-> Me desespero se ficar sem esse meu “bichinho de estimação”;

-> Várias vezes ao dia eu uso, dependo e fico no celular.

Oh, oh, oh! Oh Zezin! Presta atenção! Você está viciado!


(revistacriatica.com.br)

Agora, você quer que algo aconteça e que seja diferente? Tem um “amiguinho” nosso, chamado Einstein, que mandou um recadinho para nós: “Insanidade é continuar fazendo sempre a mesma coisa e esperar resultados diferentes".

Então vamos lá! Separei dicas para você fazer este ano ser diferente:

1) Quer namorar? Saia de dentro do quarto! Santo Antônio não costuma fazer milagre “rachando” o teto do quarto, para cair aí, o seu objeto de amor;

(92casa.com.br)

2) Quer passar no vestibular? Senta o “bumbum” na cadeira e pare de procrastinar;


3) Quer emagrecer? Alimente-se bem e vá fazer exercícios! Pensamento não emagrece ninguém;


4) Quer comprar ou trocar de carro? Pare de gastar dinheiro! Dinheiro não brota no pé e a entrada tem que ser maior;


5) Quer que seu negócio dê certo? Pare, pense, planeje, converse com outras pessoas, com quem sabe mais, troque ideias e escolha o que quer para colocar em prática;


6) Mantenha-se na estrada até chegar ao seu destino – mudar o rumo, o tempo todo, faz você rodar feito “cachorro mordendo o rabo’ e não alcançar o seu alvo;


7) Dê alto valor para o que você quer – isso não deixará você desistir;


8) Gaste energia até alcançar – carro e avião sem gasolina não chegam ao alvo.


Pessoas que me procuram para psicoterapia e que estão reagindo pouco aos estímulos, por stress, distimia, depressão ou mesmo por estar triste, em função de alguma perda, sugiro que faça mais coisas de forma diferente. É ótimo fazer outro percurso, um novo caminho entre a casa e o trabalho. Sabe o porquê? Você não tem domínio do percurso, não viu os prédios, não conhece a rua, não tem intimidade com as esquinas e precisa ficar mais atento. Você tem que acordar! A reação será de alguém que interage mais com o ambiente.

Se você é destro, às vezes escovar os dentes e pentear o cabelo com a mão esquerda, pode desenvolver essas habilidades. Assim é a vida. Como diz Kurt Lewin: “Novos resultados exigem novas ações”.

As mesmas ações, na maioria das vezes, costumam gerar os mesmos resultados.

Portanto, deixe a postergação de lado, siga essas dicas e, como falo no meu livro Só a AçãoTraz Alívio: “vamos que vamos”!

Voltar

Conecte-se conosco nas mídias sociais