Blog Leia, comente e compartilhe os conteúdos produzidos por mim e por meus convidados

Dia Internacional da Mulher: muito além da comemoração

Um ser que cumpre o papel prioritário para si, de ser mãe, inclui o lugar de esposa, trabalhadora e, ainda, consegue ser dona de casa, não é pouca coisa não. Algumas ainda resolveram sentar na cadeira de provedoras da família. Esse ser se assemelha a um ente mitológico: parece ter cinco cabeças, vinte mãos e um privilégio de dar conta de muitas e muitas funções ao mesmo tempo, com esmero e dedicação.


Foto: doloresbordignon.com.br

A história da comemoração da data dedicada à mulher ultrapassa os cem anos. Procurando sobre o assunto, você encontrará a mulher reivindicando o seu lugar, lutando por melhores condições de vida, de trabalho e a possibilidade de votar, na Europa e nos EUA, com datas soltas, a partir de 1909. Esbarrará nas comemorações independentes e a reencontrará, mais uma vez, marcando seus espaços nas décadas de 20 e 60.

De qualquer forma, são cem anos da instituição do dia oficial para comemorarmos. O que é interessante refletir é que a histórica criação ficou distante dos seus propósitos e deu lugar a um clima festivo e comercial.

Independentemente de tudo isso, a mulher tem características peculiares, que a fazem ser este ser tão notável. Anote aí:

– Costuma gostar de cinema, gastronomia, música e leitura;

2 – Gosta de explicar o que valoriza nos relacionamentos;

3 – Gosta de falar dos seus momentos e experiências, que julga ser interessantes;

– Curte falar dos seus sonhos e da direção para a qual caminha no futuro;

5 – Gosta de saber em quê ela é especial para você;

6 – Valoriza o que é franco, direto e honesto;

7 – Faz terapia em você, mesmo que não seja psicóloga;

8 – Deixa o coração aberto para conversar e costuma brigar muito com o verbo “envelhecer”.

Comemore a data e aproprie-se das conquistas históricas, que a coloca num lugar de coragem, igualdade, reivindicação, e, acima de tudo, a faz ser especial.

O valor não está, necessariamente, naquilo que você ganha de presente, mas naquilo que você se fez ser ao longo da história.


Mulher gosta de tanta coisa. Ela só não gosta de ser tratada como homem e fica feliz em saber em que maneira ela é especial, não importa se na família, no trabalho ou nas relações sociais.

Feliz Dia Internacional da Mulher!


Voltar

Conecte-se conosco nas mídias sociais